Home » Documentação » Construção / Obra Civil » 1ª Edição Angola Building Business 2010

Informação do Curso

1ª Edição Angola Building Business 2010

Luanda, 23, 24 e 25 de Março de 2010

Construção / Obra Civil -


Programa

Luanda 23 de Março de 2010 - CIMEIRA Financiamento e Investimento

09.00 Recepção dos Assistentes

09.25 Abertura da Cimeira pelo Presidente

Dr. Rui Santos Silva - Country Managing Partner - Deloitte Angola

09.30

INTERVENÇÃO ESPECIAL

Angola aderiu ao Banco Mundial em 1989, e a assistência começou em 1991 com um crédito do Banco Mundial International Development Association (IDA) para a gestão económica e construção. Desde então a assistência e colaboração em 19 projectos ajudou o país a trabalhar em direcção a alcançar uma melhoria a nível de governabilidade, crescimento económico e redução da pobreza.

  • Como o Banco Mundial tem vindo a contribuir e a colaborar no desenvolvimento do país
  • Quais os projectos actualmente em desenvolvimento em colaboração com o Banco Mundial
  • Perspectivas futuras de desenvolvimento

Dr. Eleoterio Codato - Representante Residente - BANCO MUNDIAL EM ANGOLA

10.15

ANÁLISE DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIOS

  • Introdução ao Mercado e Finanças Imobiliárias,
  • O Custo do Capital na Avaliação Imobiliária
  • Análise de Investimentos Imobiliários Individuais
    - Métodos Expeditos de Análise e EVA;
    - Análise pelo Método dos Fluxos de Caixa Actualizados
  • Técnicas Financeira de Análise de Investimentos Imobiliários
  • Análise do Risco dos Activos Imobiliários

Dr. Paulo Condeço - Consultor Financeiro Área Imobiliária Real Estate Finance & Investment Consultant

11.00 Pausa para café

11.30

Quais as pautas estruturais que deve ter um projecto para atrair a participação privada e conciliar o desenvolvimento de infra-estruturas no país, com oportunidades de negócio e desenvolvimento

Dr. Pedro Monteiro - Deloitte

12.30

MESA DE DEBATE E CONCLUSÕES

Qual o Impacto da Crise Financeira Internacional no Sector Imobiliário Angolano? Como está a reagir o mercado? É a crise mundial uma fonte de oportunidades?

Este é o momento de utilizar o Project Finance como modelo de Financiamento das grandes obras em Angola?

  • Como o Mercado Angolano está a reagir à crise internacional do mercado imobiliário
  • Quais as estratégias e mecanismos utilizados para superar ou para evitar a actual conjuntura do mercado e as suas implicações no mercado imobiliário
  • Podemos entender a conjuntura mundial como uma fonte de oportunidades dada a carência de infra-estruturas?
  • A importância dos investimentos internacionais Intervenientes

Dr. Eleoterio Codato - Representante Residente - BANCO MUNDIAL EM ANGOLA

Dr. Pedro Monteiro - Deloitte

Dr. Paulo Condeço - Consultor Financeiro Área Imobiliária Real Estate Finance & Investment Consultant

13.00 Almoço

14.30

SESSÃO ESPECIALIZADA DE FII-FUNDOS DE INVESTIMENTOS IMOBILIÁRIO

  • Regime Jurídico dos Fundos de Investimento Imobiliário
  • Funcionamento dos Fundos de Investimento Imobiliário
  • Comercialização dos Fundos de Investimento Imobiliário
  • Regime Fiscal dos Fundos de Investimento Imobiliário e dos Participantes
  • Tributação do Fundo
  • Tributação dos Participantes

Esta Sessão Especializada será conduzida pela prestigiada - SOCIEDADE DE ADVOGADOS INGLÊS PINTO & ASSOCIADOS

15.30-16.00 Pausa para café

17.30

Encerramento da Sessão de FII e da Primeira Jornada de ANGOLA BUILDING BUSINESS 2010

Luanda 23 de Março de 2010 - ENCONTRO Expansão e Desenvolvimento Urbano

09.00 Recepção dos Assistentes

09.25 Abertura do Encontro pelo Presidente

Arquitecto Ilídio Daio - Project Manager - SIGMA GROUP

09.30

INTERVENÇÃO ESPECIAL

Qual o papel que tem desempenhado e desempenha neste momento o IPGUL

  • Actividades de ordenamento, planeamento e gestão urbana da província de Luanda
  • Problemas relacionados com o crescimento urbano
  • Luanda como centro de investimentos nacional e internacional

Em representação de Sua Exa. A Governadora do Governo da Província de Luanda - Dra. Francisca do Espírito Santo

Arquitecto Hélder José - Director Geral - IPGUL - INSTITUTO DE PLANEAMENTO E GESTÃO URBANA DE LUANDA

10.15

KEY NOTE

Os Arquitectos como um colectivo profissional chave na expansão e desenvolvimento urbano adequados aos mais altos níveis de exigência cujo objectivo último é a melhoria na qualidade de vida das populações. Construir Nações, Construir Países

Em Representação do Sr. Bastonário da Ordem dos Arquitectos de Angola

Arq. Maria João Teles Grilo - Ordem dos Arquitectos de Angola

11.00 Pausa para café

11.30

Mercado imobiliário angolano - desafios e soluções

  • A Experiência no Terreno da APIMA

Dra. Branca do Espírito Santo - Presidente - APIMA - ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS IMOBILIÁRIOS DE ANGOLA

12.30 Almoço

13.30

Subsídios para o sucesso de 1 milhão de casas

  • A Experiência e Perspectiva Prática do Arquitecto Ilídio Daio

Para o sucesso da empreitada das 1 milhão de fogos deverá estar assente naquilo a que se chama planeamento sustentável, atendendo ao trinómio Ambiente, Sociocultural e Economia. Observando os princípios plasmados na Lei do Ordenamento do território e do Urbanismo (L.O.T.U.).

  • Planeamento Urbano e Planos Directores
  • Loteamento e urbanismo adaptado ao nosso contexto sociocultural
  • Tipologias Habitacionais de Baixo Custo
  • Tecnologias de construção de Baixo Custo

Arquitecto Ilídio Daio - Project Manager - SIGMA GROUP

15.00 Pausa para café

15.30

O mercado imobiliário em Angola. Qual o ponto de partida e onde queremos chegar?

  • A Experiência Prática da Century 21 Angola

Dr. Fernando da Ponte - Administrador - CENTURY 21 ANGOLA

16.30

A EXPERIÊNCIA PRÁTICA DA MONTE ADRIANO IMOBILIÁRIA

Dr. Marco Costa - Departamento Imobiliário - MONTE, SGPS

17.30

MESA DE ESPECIALISTAS

O ano de 2012 como a meta proposta pelo Governo para concluir a construção de um milhão de lares de média e baixa renda

  • Plano Director Angolano - Master Plan para o desenvolvimento urbano da capital angolana
  • Implementação do programa Nacional de urbanismo e Habitação
  • A necessidade de cooperação e participação da banca, o sector privado e o estado
  • Quais os principais problemas que tem que enfrentar o mercado para a consecução de este objectivo
  • O problema da carga burocrática
  • Soluções para o problema da questão das garantias reais
  • O preço elevado dos materiais de construção Intervenientes

Arquitecto Ilídio Daio - Project Manager - SIGMA GROUP

Dr. Fernando da Ponte - Administrador - CENTURY 21 ANGOLA

Dra. Branca do Espírito Santo - Presidente - APIMA - ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS IMOBILIÁRIOS DE ANGOLA

Dr. Marco Costa - Departamento Imobiliário - MONTE, SGPS

18.00 Encerramento da Primeira Jornada e do Encontro Expansão e Desenvolvimento Urbano

24 DE MARÇO DE 2010 - CONFERÊNCIA Construção e Planificação de Infra-Estruturas

09.00 Recepção dos Assistentes

09.25 Abertura da Conferência pelo Presidente

Engº. Victor Almeida - Presidente do Conselho Executivo - ANGOAMBIENTE

09.30 - 10.00

Intervenção de Honra

  • O CONTRIBUTO DO INVESTIMENTO PRIVADO PARA O DESENVOLVIMENTO- O PAPEL DA ANIP

Dr. Aguinaldo Jaime - Presidente - ANIP- Agência Nacional para o Investimento Privado

KEY NOTE

A importância da OAA na criação de um contexto legal e jurídico adequado no sentido de fomentar e captar investimentos no país

Dr. Manuel Vicente Inglês Pinto - Bastonário - ORDEM DOS ADVOGADOS DE ANGOLA

10.15

Implicações e problemática das águas residuais em Angola

  • A Experiência Prática da Angoambiente
    - Desenvolvimento e implantação de sistemas para a gestão das águas em Angola
    - Transtorno meio ambiental
    - Problemática a nível de saúde pública

Eng. Victor Almeida - Presidente do Conselho Executivo - ANGOAMBIENTE

11.15 Pausa para café

11.45

Como se realiza e quais as implicações da gestão ambiental nas obras de infra-estrutura

  • A Experiência Prática da Odebrecht
    - Controle Ambiental
    - Impactos ambientais das obras de infra-estrutura
    - Responsabilidade Socioambiental
    - Acções sustentáveis no dia-a-dia da obra

Engª. Claudia Dias - Meio Ambiente - Odebrecht Angola - ODEBRECHT

12.45 Almoço

14.00

COMO UM MODELO DE NEGÓCIO CONHECEDOR DA REALIDADE DO PAÍS SE AFIRMA NO MERCADO COMO MARCA DE QUALIDADE E DE RELEVÂNCIA NO SEU SECTOR DE INTERVENÇÃO.

  • A Experiência Prática da Edifer Angola

Eng. Fernando Matos - Administrador - EDIFER ANGOLA

15.00

Quais as estratégias levadas a cabo nos últimos 20 anos que permitem que o Grupo Monte Adriano seja uma das empresas de referência no mercado nacional e internacional

  • A Experiência Prática do Grupo Monte Adriano

João Araújo - GRUPO MONTE ADRIANO

16.00 Pausa para café

16.30

A industrialização do sector da construção. Como aliar a qualidade à rentabilidade e à eficiência

  • A Experiência Prática da Mersa

Eng. Eduardo Ferrin - Director Geral - MERSA

17.30

MESA REDONDA DE DEBATE

A actual construção de infra-estruturas em todo o país cria oportunidades de negócio no sector privado. Qual a forma de actuação que potencia a maximização do investimento?

Intervenientes

João Araújo - GRUPO MONTE ADRIANO

Eng. Eduardo Ferrin - Director Geral - MERSA

Eng. Victor Almeida - Presidente do Conselho Executivo - ANGOAMBIENTE

Eng. Fernando Matos - Administrador - EDIFER ANGOLA

18.00 Conclusão da Segunda Jornada e da Conferência Construção e Planificação de Infra-Estruturas

24 DE MARÇO DE 2010 - SEMINÁRIO Project Finance

Em que consiste o Project Finance?

  • Quando e porquê recorrer a esta forma de financiamento?
  • O que é que diferencia o PF de outras formas de financiamento?

Exemplos do Project Finance

Elaboração da estrutura contratual: como delimitar responsabilidades e distribuir o risco entre os parceiros - Estrutura contratual típica

  • Principais questões a assegurar contratualmente
  • Constituição duma sociedade veículo e delimitação das responsabilidades dos sócios/financiadores
  • Identificação e distribuição de riscos e responsabilidades entre as partes envolvidas
  • Garantias comuns em Project Finance
  • De que forma pode a estrutura contratual assegurar o controlo dos riscos

Tipologia de contratos

Contratos de projecto

  • Contrato de concessão
  • Acordos entre accionistas, constituição de consórcios/ Joint Venture
  • Contrato de construção/Operação e Manutenção
  • Seguros
  • Contratos com fornecedores
  • Autorizações/Licenciamento

Contratos Financeiros

  • Contrato de financiamento
  • Garantias
  • Acordos directos

Algumas cláusulas típicas

  • Condições suspensivas
  • Declarações e garantias
  • Incumprimentos
  • Força maior

Refinanciamento dum projecto

  • Finalidade duma operação de financiamento
  • A estrutura jurídica dum refinanciamento
  • Questões práticas na negociação dum refinanciamento

Metodologia para estruturar as operações de titularização

  • Análise do processo de titularização de activos e determinação da viabilidade jurídica face a outros mecanismos de refinanciamento
  • Como levar a cabo a estruturação da operação
  • Aspectos Jurídicos (a nível fiscal e de auditoria) numa operação de titularização
  • A utilização da titularização no âmbito do Project Finance

Vínculo do Project Finance com as Parcerias Público- Privadas

  • Em que consistem as PPPs
  • Quando e porquê recorrer a uma PPP

A PERSPECTIVA FINANCEIRA

As características do PF face a outras formas de financiamento

Porquê financiar um projecto a partir de PF?

Principais características do financiamento em PF

  • Caracterização
  • Sectores aplicáveis
  • Análise e alocação dos principais riscos
  • Principais vantagens e desvantagens

Análise de viabilidade do projecto

  • Processo de análise de financiamento de projectos
  • Estrutura do modelo financeiro
  • Pressupostos macroeconómicos, contabilísticos e fiscais
  • Estimativa de procura
  • Estimativa de investimento
  • Estimativa de receitas
  • Estimativa de custos (fixos e variáveis)
  • Projecções financeiras

Análise dos Cashflow do Projecto

  • Cálculo do CADS (Cash Available for Debt Service)
  • Cálculo do Serviço de Dívida
  • Cálculo do Rácio de Cobertura do Serviço de Dívida
  • Cálculo do Rácio de Cobertura da Vida do

Empréstimo

  • Cálculo do Free Cashflow
  • Cálculo da TIR do projecto e da TIR accionista

O processo de due-diligence

  • Mercado / procura
  • Técnico
  • Seguros
  • Legal
  • Auditoria do modelo financeiro

Modalidades de Financiamento

  • Fundos Accionistas
  • Financiamento MLP
  • Facilidades de Liquidez
  • Leasings
  • Outros instrumentos

Definição da Estrutura de Financiamento

  • Alavancagem
  • Rácios de cobertura
  • Contas de Reserva
  • Mecanismos de cash-sweep
  • Garantias do financiamento
  • Covenants principais

Impacto da conjuntura actual dos mercados financeiros

  • Mercado de sindicação
  • Novas estruturas de financiamento
  • Condições financeiras

Este Seminário será conduzido pela prestigiada - SOCIEDADE DE ADVOGADOS INGLÊS PINTO & ASSOCIADOS

Os assistentes serão recebidos às 09.00 h. e o Evento terá inicio às 09.30 h. terminando aproximadamente às 17.30 h. Serão realizadas as pausas convenientes para café

25 DE MARÇO DE 2010 - FÓRUM TÉCNICO Projectos Ambientalmente Sustentáveis

09.00 Recepção dos Assistentes

09.30 Inicio do Fórum

Arquitectura sustentável e a possibilidade das energias renováveis em Angola - Arquitecta Filomena Espírito Santo - Especialista em Arquitectura Sustentável

10.30 Pausa para Café

11.00

A influência da herança tradicional nas novas tipologias habitacionais (passado vs. futuro). As condições tropicais e a criação de cidades de interacção

Arquitecto Ilídio Daio - Project Manager - SIGMA GROUP

12.00

Eficiência energética dos edifícios e qualidade do ar interior

  • Desempenho térmico dos edifícios e necessidades energéticas
  • Perdas e ganhos térmicos
  • Qualidade térmica da envolvente
  • Envolvente Opaca Exterior e materiais construtivos
  • Vãos envidraçados e sistemas de sombreamento
  • Ventilação natural e mecânica
  • Energias Renováveis
  • Colectores Solares Térmicos
  • Outras Energias Renováveis

A realidade do Clima em Angola e o Comportamento Térmico dos edifícios

Arquitecta Teresa Fernandes - Perita em Certificação Energética e Comportamento Térmico dos Edifícios

13.00

Sessão de Perguntas e Respostas

13.15 Encerramento do Fórum Técnico Projectos Ambientalmente Sustentáveis e de Angola Building Business 2010

25 de Março de 2010 - Seminário de Valorização de Activos Imobiliários

Metodologia para o processo de valorização

  • O que deve saber como cliente
  • Qual a documentação que se precisa para a cotação do imóvel da valorização: determinação do método de valorização
  • Metodologia da valorização: determinação do método de valorização
  • Quais os pontos e problemática particular que apresenta cada tipo de imóvel

Eng. Francisco Carriço - Director Executivo - Edigema

Legislação aplicável à Valorização dos Bens Imóveis

O Sistema de Valorização de Bens Imóveis: critérios de Valorização

  • Particularidades da legislação
  • Aplicação da legislação ao relatório de cotação de imóveis

A Valorização de imóveis desde uma perspectiva fiscal

  • Como avaliar as implicações fiscais da valorização dos imóveis
  • Análise da legislação geral e análise dos diferentes tipos de tributação
  • Imposto sobre as sociedades
  • Implicações fiscais das operações imobiliárias

Quais são as diferenças contabilísticas ao valorizar a custo ou valorizar a preço de mercado

  • O que é mais rentável: vantagens e inconvenientes
  • Em que tipo de imóveis se aproximam mais ambos tipos de valorização
  • Em que casos o valor de mercado pode estar por baixo do valor de custo

Quais os métodos de valorização que se aproximam mais eficazmente a um valor de mercado

Quais são os imóveis cujo valor de mercado mais flutua

Dr. Sérgio Miguel - Associate Partner | Tax - Manufacturing, Consumer Business, Energy & Resources - Deloitte & Associados

Dr. Gonçalo Routar Farias - Sénior Consultant Tax - Angola - Deloitte & Associados

Dr. Carlos Florêncio - Sénior Manager Tax - Angola - Deloitte & Associados

Os assistentes serão recebidos às 09.00 h. e o Evento terá inicio às 09.30 h. terminando aproximadamente às 12.30 h. Será realizada uma pausa para café

 

 

Oradores

  

SOCIEDADE DE ADVOGADOS INGLÊS PINTO & ASSOCIADOS


Dr. Aguinaldo Jaime

Presidente

ANIP - AGÊNCIA NACIONAL PARA O INVESTIMENTO PRIVADO

»Ver CV

Dra. Branca do Espírito Santo

Presidente

APIMA - ASSOCIAÇÃO DOS PROFISSIONAIS IMOBILIÁRIOS DE ANGOLA


Dra. Cátia Burity


Engª. Cláudia Dias

Meio Ambiente – Odebrecht Angola

ODEBRECHT


Engº. Eduardo Ferrin

Dtor. Geral

MERSA


Dr. Eleoterio Codato

Representante Residente

BANCO MUNDIAL EM ANGOLA


Dr. Fernando da Ponte

Administrador

CENTURY 21 ANGOLA


Engº. Fernando Matos

Administrador

EDIFER ANGOLA

»Ver CV

Arq. Filomena Espírito Santo

Especialista em Arquitectura Sustentável / Docente Universitária

ATELIER DE ARQUITECTURA FIESA


Engº. Francisco Carriço

Dtor. Executivo

EDIGEMA

»Ver CV

Dr. Gonçalo Routar Farias

Sénior Consultant Tax - Angola

DELOITTE

»Ver CV

Arq. Hélder José

Dtor. Geral

IPGUL - INSTITUTO DE PLANEAMENTO E GESTÃO URBANA DE LUANDA


Arq.º Ilídio Daio

Arquitecto

IDAIO ARQUITECTOS

»Ver CV

Engº. João Áraujo

GRUPO MONTE ADRIANO


Dr. Marco Costa

Dpto. Imobiliário

MONTE, SGPS


Arq. Maria João Teles Grilo

ORDEM DOS ARQUITECTOS DE ANGOLA


Dr. Paulo Condeço

Consultor Financeiro Área Imobiliária Real Estate Finance & Investment Consultant


Dr. Pedro Monteiro

DELOITTE


Dr. Rui Santos Silva

Country Managing Partner

DELOITTE ANGOLA


Arq. Teresa Fernandes

Perita em Certificação Energética e Comportamento Térmico dos Edifícios

»Ver CV

Engº. Victor Almeida

Presidente do Conselho Executivo

ANGOAMBIENTE


Colaboradores

Media Partner:

Local e Preços

CIMEIRA - FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO 899Akz
ENCONTRO - EXPANSÃO E DESENVOLVIMENTO URBANO 899Akz
CONFERÊNCIA - CONSTRUÇÃO E PLANIFICAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURAS 899Akz
SEMINÁRIO - PROJECT FINANCE 899Akz
FÓRUM TÉCNICO - PROJECTOS AMBIENTALMENTE SUSTENTÁVEIS 499Akz
SEMINÁRIO - VALORIZAÇÃO DE ACTIVOS IMOBILIÁRIOS 599Akz
GOLD PASS - ACESSO LIVRE A TODAS AS SESSÕES DE ANGOLA BUILDING BUSINESS 2010 1999Akz

Partilhar